Reformar pneus é uma atividade com alto valor socioeconômico, especialmente para transportadoras, como mostra a matéria “Reformadores fazem a diferença no trabalho das transportadoras”, da Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus (ABR).

Segundo a revista, esse setor capacita profissionais em técnicas de reforma de pneus e gera mais de 250 mil empregos, diretos e indiretos. Além disso, o setor fatura, aproximadamente 4 bilhões de reais ao ano, sendo responsável pela arrecadação de quase 1 bilhão de reais em impostos.

Segundo o IBGE, cerca de 60% do que é transportado no Brasil utiliza veículos com pneus, sem levar em conta o transporte de passageiros, que representa quase 90% deste total. Nesta realidade, a reforma de pneus é tão importante que gera, também, uma economia de 7 bilhões de reais, ao ano, para o setor de transporte.

Renato Barros, gerente do Grupo NSÓ, de transportadoras, confirma estes números e a necessidade de serviços de recapagem de qualidade: “Pneus estão entre os 3 principais gastos de uma transportadora, geralmente e, ao recapar, é feita a redução de gastos com a compra de pneus novos” (…) e complementa: “No Grupo NSÓ nós fazemos o controle de recebimento de pneus recapados e conferimos se o dimensional (largura, espessura e desenho) e o valor batem com o padrão pré-estabelecido pela empresa (…)”.

A matéria completa você encontra na página 22 da revista da ABR. Clique aqui e confira.

reformadores fazem diferença no trabalho das transportadoras