Reformadoras de pneus representam a sustentabilidade na logística de transportes do Brasil e terão selo de conformidade em seus produtos.

Com o encerramento do prazo de 2 anos para adequação das Reformadoras, as regras estabelecidas pelo Inmetro, através da Portaria Complementar 554, de outubro de 2015, entraram, oficialmente, em vigor em outubro deste ano, com foco em novos requisitos obrigatórios de segurança.

A partir deste mês, os órgãos delegados pelo Inmetro, iniciarão a fiscalização das empresas de varejo neste segmento, avaliando os critérios de segurança, para evitar irregularidades ao usuário final e descarte prematuro no meio ambiente. Os pneus reformados passarão a ter selo de Identificação de Conformidade do Inmetro, conforme tipo de processo de reforma (recapado, recauchutado e remodelados).

O novo regulamento se aplica a pneus para automóveis, camionetas, caminhonetes, veículos comerciais e comerciais leves, mas proíbe a reforma de pneus de motocicletas.

Saiba mais! Acesse o documento oficial.